Espetáculos em repertório


O Cuscuz Fedegoso
Ao vender sua especialidade a um pedinte, Dona Maria do Cuscuz percebe que ele esta  passando mal para não ter de pagar. Desesperada, ela pede ajuda a uma vendedora de ervas medicinais charlatã para que tente identificar a suposta doença. Armando assim uma grande confusão. O espetáculo faz uma abordagem critica-social por meio do cômico, pautando-se  pelo realizamos grotesco e manifestações populares.

“O Cuscuz Fedegoso”  é uma releitura feita pelo Buraco d`Oráculo  para um de seu principais trabalhos construído no decorrer de 18 anos. Montado originalmente em 2002, O Cuscuz Fedegoso é um marco na história do grupo, pois foi com esse espetáculo que nos apropriamos da rua como espaço de encenação, nos levando também a interagir com um público distante das salas de teatro, pois na mesma época tomávamos o bairro de São Miguel Paulista como palco para as nossas atuações.


Direção – Elizete Gomes
Texto – Edson Paulo
Elenco: Edson Paulo , Lu Coelho , Mizael Alvez e Nataly de Oliveira
Preparação corporal: Elizete Gomes
Sonoplastia: Romison Paulo
Criação sonora: Heber Humberto
Cenotécnico: Romison Paulo
 Cênario e adereços: Romison Paulo e Buraco d`Oráculo
 Figurinos: Buraco d`Oráculo
Confecção de boneco: Fabio Supérbi
Gênero : Teatro de Rua Faixa etária: 14 anos Duração: 50h




O Encantamento da Rabeca
O espetáculo conta histórias de transformação vivida por mulheres brincantes, que cantam, tocam, dançam, “botam” bonecos e mascaras, com intuito de revelar o protagonismo, a fragilidade, a força e a resistência dessas mulheres em terreno originalmente masculino como no folguedo pernambucano do cavalo-marinho e o fandango caiçara do litoral Sul Paulista.

Para este trabalho, buscamos alguns elementos norteadores fundamentais: Apresentar a rabeca sobre a ótica de mulheres tocadoras e os possíveis desdobramentos desse olhar; já que neste projeto conta com a união de mulheres que tem em comum o encantamento de se tocar rabeca, as dificuldades que esta escolha pode trazer, já que se trata de um instrumento originalmente tocado por homens, em brincadeiras originalmente brincadas por homens. Como adentrar este universo? Esta questão nos impulsiona a revelar o universo de outras tocadoras brincantes, historia olhares, vivências, na construção de um espetáculo que una nossas experiências com o instrumento, o teatro e a escuta-sensível, contribuindo na difusão deste patrimônio imaterial que é nossa cultura popular.

Texto: Lu Coelho
Colaboradores de roteiro: Pablo Dantas e Cleydson Catarina
Encenação: Lu Coelho
Elenco: Lu Coelho e Nataly Oliveira e Sheila Alencastro
Confecção Bonecos de luva, Trio de Rabequeiras e máscara de madeira: Associação Cultural dos Mamulengueiros e Artesões de Gloria do Goitá.
Confecção de Figurinos: Marta Rosa (Atelier Casa de Pano) e Nica Maria.
Colaboração em arranjos musicais: Rafa da Rabeca
Facilitação cênica: Elizete Gomes
Iluminação: Zeca Volga
Produção: O Buraco d`Oráculo